• Adestramento

  • Comportamento

  • Saúde

  • Cães de aponte

  • Curiosidades

Papillon

Papillon

Papillon
O Papillon (que em francês significa borboleta) é conhecido por causa de suas orelhas sempre eretas. Aqueles que nascem com a orelhas caídas são chamados de Phaléne. Algumas ninhadas da espécie podem apresentar os dois tipos de filhotes. Ele é considerado um dos melhores cães de apartamento, é muito limpo e late apenas quando percebe alguma coisa errada, o que o torna também um bom cão de alerta. além disso ele pode passar um dia inteiro sozinho sem que isso afete seu lado psicológico

História do Papillon

A raça viveu sobre colos nobres das cortes européias, como o de Maria Antonieta, Luís 14 e Madame de Pompadour. Supõe-se que a raça tenha nascido da fusão do já extinto Spaniel Anão da Bélgica com algum cão de raízes orientais. Sinais dessas raízes são a ossatura leve, seu pequeno tamanho e rabo curvado. Frequentou por cerca de duzentos anos as cortes européias, sempre de orelhas caídas. As orelhas eretas surgiram no final do século 19, perpetuadas por criadores belgas. A raça ganhou novo impulso na França, Bélgica e Inglaterra a partir da Primeira Guerra. É considerada oficialmente como franco-belga. O charme das orelhas levantadas fez o Papillon ser mais cobiçado que o Phalene, bastante raro no mundo.

Características do Papillon

É muito dócil, obediente, discreto, tranquilo, fiel e inteligente. O Papillon trata muito bem pessoas desconhecidas, quando elas são bem-vindas pelo dono da casa. É um cão muito observador e curioso, é muito ativo, recomendado até para o agility.

Altura: Em torno de 28 cm.
Peso: Duas categorias:
1) menos que 2,5 kg para machos e fêmeas.
2) de 2,5 kg – 4,5 kg para os machos
de 2,5 kg – 5 kg para as fêmeas
Peso mínimo: 1,5 kg
Grupo: Grupo 9 - Cães de Companhia
Seção 9 - Pequeno Spaniel Continental
Funções: Companhia
Grau de atividade:Médio
Pêlo: sem subpêlo; é abundante, lustroso, ondulado (não confundir com encaracolada), sem ser macio, mas ligeiramente resistente ao toque, com refl exos sedosos. Os pêlos são inseridos achatados; eles são fi nos, ligeiramente curvados pelas ondas. A aparência da pelagem é similar a dos English Toy Spaniel mas diferem totalmente da pelagem dos Spaniels Pequineses; por outro lado, não deve ter nenhuma semelhança com a pelagem dos Spitz. O pêlo é curto na face, no focinho, na frente dos membros anteriores na parte abaixo do jarrete. De comprimento médio no corpo, é mais longo no pescoço para formar uma juba, que desce em ondulações até o peito formando um jabô; formando franjas nas orelhas; na parte posterior das coxas forma um amplo culote com pêlos macios. Pode ter um pequeno tufo de pêlos entre os dedos e ultrapassálos ligeiramente, de modo que não dê às patas uma aparência pesada, mas sim, uma aparência fi na, tornandoas mais longas. Certos cães, em boa condição de pelagem, têm um pêlo de 7,5 cm de comprimento na cernelha e franjas de 15 cm na cauda.
Cor: todas as cores são aceitas em uma pelagem sobre fundo branco. No tronco e membros o branco deve ser predominante em relação a cor. O branco na cabeça, preferivelmente estendido por uma faixa mais ou menos larga. Uma mancha branca é admitida na parte inferior da cabeça, mas o branco dominante na cabeça é uma falta. Em todos os casos, os lábios, as pálpebras e, principalmente, a trufa devem ser Pigmentados
Nome de origem: Epagneul Nain Continental
País de origem: França, Bélgica
Registro FCI: 77

Filed Under:

5 comments

Trackback URL | Comments RSS Feed

  1. Anônimo says:

    vedade da histori de uma pricesa que deu o nome de lept papillon e o levou ate onde ela seria morta ?

     
  2. Anônimo says:

    Sim é verdade!Se não me engano era Maria Antonieta...

     
  3. Anônimo says:

    gostei muito desse site

     
  4. Anônimo says:

    Quero ummmmmmmmmmmmmm

     
  5. Célia says:

    Alguem sabe o valor dessa raça

     

Deixe um comentário